Incompetência

Green_Serene_by_digitalheartEstava eu com um grande dilema a respeito de  empregado e empregador, devido a minha experiência como empresária, pois desde que me formei trabalho para mim em uma microempresa e tenho funcionários, ao todo são quatro, tirando os parceiros Dentistas que são oito. Pois bem, fico pensando se sou eu que sou incompetente para delegar funções ou sempre me deparo com incompetentes, porque você ensina, explica e espera que resolvam e solucionem as pendências de cada setor, mas o que acontece é que sempre tem uma terceira pessoa , oculta diga-se de passagem, que foi o motivo de não resolver a questão, me deparo no dia a dia com respostas tipo ” não consegui resolver porque fulano de tal não me entregou a tempo ou fulano não estava já liguei diversas vezes e não encontrei ou com uma pérola: já estava asssim quando comecei a trabalhar aqui “.

Fiquei pensando se só eu me deparo com isso no dia a dia, mas ligando a TV depois de um dia estressante, no Saia Justa(GNT), logo vejo as quatro falando justamente sobre este assunto, parecia que eu estava lá falando junto com elas. Conclui então que o dilema é geral, as pessoas se poem limites e não vão atrás do seu melhor!
Ao longo do tempo fui fazendo cursos e me aperfeiçoando para administrar a minha clínica, ja que minha formação é em odontologia, aprendi que devemos estabelecer prazos e colocar por escrito nossos pedidos, já que na prática você fica sobrecarregada pensando nas suas tarefas e na dos outros. Mas será que tudo isso é suficiente? Vivemos em um País onde todo mundo acha que é muito bom para tudo e que não é suficiente ou bastante boa a sua função, o estimulo e a motivação para realização competente deveria ser interno e não externo, devemos exigir de nós mesmos sermos e fazermos o melhor para nossa própria satisfação! Meu pai me ensinou desde pequena com uma citação:”Qualquer trabalho é digno quando feito com diginidade”. Então vamos fazer nosso trabalho com dignidade e ser feliz, poupe o lero lero e assuma suas falhas e acertos.

BeijosEstrela

Anúncios

3 Comentários (+adicionar seu?)

  1. Ale
    jun 01, 2009 @ 22:25:02

    É isso mesmo. Muitas vezes nos deparamos com esse tipo de atitude infantil. Acredito que as ferramentas de gestão podem melhorar essa relação, mas sempre ficamos dependentes do modelo mental das pessoas com as quais convivemos no trabalho. Alguns são extremamente competitivos, e extrapolam. Outros são passivos, e se perdem. A grande maioria apresenta resultados aquém de suas capacidades. O nome disso é desperdício de potencial!

    Responder

  2. sid campos
    ago 20, 2009 @ 22:05:42

    Oi Lili,

    Estou muito feliz de visitar seu blog, está lindo com coisas maravilhosas escritas.
    Vou fazer a impressão e ler todas.

    Abraços

    Sidraque Campos

    Responder

  3. aliete
    set 14, 2009 @ 19:39:34

    Cara Lili, concordo com voce em genero, numero e grau.
    O problema e que boa parte da população quer emprego e não trabalho, depois reclamam que não tem sorte, que fulano se deu bem na vida, mas não sabem o quanto ele se dedicou, dedica e dedicara em estudo, pesquisa seu trabalho, meta ou seja la o que.
    bjks.
    Aliete

    Responder

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: